Banco Itaú

12 de Junho de 2018 às 15:05

Onda de demissões penaliza trabalhadores no Itaú

A onda de demissões no banco Itaú não pára, e isso tem trazido preocupação aos trabalhadores que estão cada vez mais inseguros.

Em Dourados o quadro que já é deficitário está ficando pior, e isso tem provocado o caos no atendimento bancário.

Os bancários e bancárias têm recebido o aviso de demissão no término do expediente, após um dia inteiro de trabalho na agência e vem marcada por requintes de crueldade e de nenhuma consideração ao ser humano.

O movimento sindical entende que o Itaú, que acabou de apresentar mais um lucro bilionário, não precisava demitir ninguém. Mas continua pondo na rua pais e mães de família. Não bastasse isso, ainda demite depois da pessoa trabalhar o dia inteiro. É inadmissível essa postura do banco.

Somente nos últimos meses, foram 3 demissões, sendo que as duas últimas ocorreram na última semana da mesma agência.

O Sindicato dos bancários de Dourados, que não compactua com essa política perversa do banco esteve na agência para verificar o número de funcionários e constatou numero insuficiente de trabalhadores.

Não concordamos com as demissões e continuaremos lutando em defesa do emprego e por melhores condições de trabalho e de atendimento no Itaú, disse o presidente do Sindicato dos Bancários de Dourados que é funcionário do Itaú, Ronaldo Ferreira Ramos.



Diretoria

Ronaldo Ferreira Ramos
Presidente
Raul Lidio Pedroso Verão
Diretor Regional
Valdinei Rodrigues de Araujo
Diretor Org. Sup. Adm.
Márcia Regina A. Vieira
Suplente

Sindicato dos Bancários de Dourados e Região - MS

Rua Olinda Pires de Almeida, 2450 Telefone 0xx67 - 3422 4884